peça um orçamento

Rua Doutor Pena, 326,

Centro - Sete Lagoas/MG

+55(31)9 9862-3060

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados

Buscar
  • Rafael Ramos MKT

Conteúdo de Valor

Independente da área escolhida para mapear notícias, um ponto é comum a todas: a quantidade de informações cresce desmedidamente. Desdobram-se novas notícias e tendências a cada instante e, com elas, surgem novas oportunidades tanto mercadológicas quanto de aprimoramento pessoal. Assim, quem está atento a essas mudanças e faz análise de mercado está sempre em primeiro lugar na antecipação de tendências, além de manter o foco no futuro.

Afinal, saber quais são os novos paradigmas e avanços eleva as oportunidades de ingressar em negócios diferentes e insights. Monitorar, portanto, a grande quantidade de informação gerada permite a salvaguarda do exercício de constante aprendizagem e mudança. Por isso, hoje vamos falar sobre a facilidade e a importância de criar monitoramentos de notícia focados em um setor específico. E como isso pode conferir novas compreensões sobre os sistemas vigentes e nos preparar para o que está por vir.




A vasta quantidade de conteúdos permite um acesso exponencial à informação. No entanto, isso não é um problema. A questão é que encontramos dificuldade justamente por não haver uma sistematização para filtrar os conteúdos que interessam e os que não interessam. Separar o joio do trigo. Ou, como bem sintetizou o teórico da comunicação e professor da Universidade de Nova York, Clay Shirky: “Não é a sobrecarga de informações. É a falha do filtro”.

A ausência de um filtro adequado pode nos levar ao consumo de informações de fontes que não possuem credibilidade e compartilham notícias falsas. Fato que teve seu potencial “destrutivo” comprovado na última eleição presidencial norte-americana, da qual saiu vencedor Donald Trump.

Antes de falar sobre a importância, a facilidade e oportunidades que a curadoria de conteúdo de uma área especifica apresenta, vamos entender como isso funciona na prática.

Muitas definições tratam o serviço de curadoria e monitoramento de notícias como sendo uma seleção feita estritamente por máquinas e algoritmos afiados que determinam, através de palavras-chave adequadas, quais serão as notícias selecionadas como valorosas para determinada área, bem como quais as matérias que não passarão pelo filtro. Outras pessoas acreditam que o trabalho de seleção deve ser feito por um humano que lê e pesquisa diversos veículos da mídia para, então, selecionar as notícias mais importantes. Mais ou menos como funcionava o trabalho de assessor de imprensa antigamente.

Todavia, a curadoria de conteúdo, para que aconteça no máximo de suas potencialidades, deve ser a soma prática dos fatores elencados acima. Digo: a correta aplicação do algoritmo associada ao trabalho de seleção de conteúdo feita por um profissional com olhar crítico sobre o assunto, tendo em mente o resultado que se deseja alcançar com determinado monitoramento.

1 visualização